/ tips

Calgary to Seattle: 1h e meia de viagem e várias dicas ft. Bruna Hygino

Eu e a Bruna somos grandes amigas há alguns anos e nossa amizade nasceu porque éramos vizinhas de porta em San Francisco, na Califórnia, e nossos maridos trabalhavam juntos e são super amigos.

IMG_9871

Nós já nos visitamos algumas várias vezes, eu em Calgary e ela em Seattle. Semana passada eu estava por lá e final do mês ela tá chegando por aqui (ela só não vem no inverno, nunca! haha). Então, nada mais justo do que mostrar um pouco desse destino maravilhoso, tão pertinho da gente.

A Bruna escreveu um post lindo e cheio de dicas pra vocês que querem passear e visitar Seattle. Aproveitem! :D Eu tomei a liberdade de adcionar algumas das fotos que eu mesma tirei durante as minhas visitas :D

ps: Sempre tem passagem em promoção pela Delta ou Westjet pra lá! Fiquem de olho!


Oi oi gente, tudo bem? A Mari me convidou pra falar um pouquinho de Seattle e eu separei meus lugares favoritos/ que mais valem a pena pra quem vem visitar (principalmente com pouco tempo).

Background: Eu e meu marido somos brasileiros e nos mudamos para cá em 2015, quando ele conseguiu um emprego aqui. Desde então venho descobrindo Seattle aos pouquinhos, e sempre acabo me surpreendendo com um lugarzinho novo pra eu amar. <3

Pra mim, a melhor época do ano pra vir pra cá é de abril a setembro (primavera/verão), que é quando o sol resolve dar as caras por aqui. O inverno não é tão rigoroso (dificilmente atinge temperaturas negativas), mas chove bastante, o que prejudica um pouco fazer programas ao ar livre.

Mas vamos ao que interessa: o que tem pra fazer em Seattle? Bom, tentei separar um lugar de cada categoria, porque aqui tem muitos parques, museus, passeios que voce pode ir acrescentando conforme o tempo da viagem.

KERRY PARK

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.17.41-PM
Os fãs de Greys Anatomy com certeza reconhecem essa vista, uma das preferidas dos turistas.

Mais uma praça do que um parque propriamente dito, fica no bairro Queen Anne e é bem fácil de chegar pra quem está em Downtown. Dá pra ir de ônibus, carro, ou até a pé pra quem estiver com bastante disposição pra fazer uma boa caminhada. Mas acredite, vale muito a pena, pois ele oferece uma das vistas mais bonitas de Seattle.

SEATTLE CENTER

É o local onde foi realizada a Seattle World’s Fair, em 1962, um evento focado em ciência e com uma visão futurística. Dentre as obras construídas para esse evento, estão o Pacific Science Center (tipo um museu da ciência com várias experiências interativas – principalmente para crianças, IMAX e eventualmente recebe exposições itinerantes), e a SPACE NEEDLE, a icônica torre que lembra uma nave especial (ou o desenho dos Jetsons).

Ainda sobre a Space Needle, ela é um show à parte. Confesso que não sou muito fã de paisagem urbana, mas essa torre foge à regra. Se de baixo ela impressiona pelo tamanho, lá de cima a vista compensa qualquer medo de altura.

É no Seattle Center que é realizada a maior parte dos eventos culturais e musicais de Seattle. Vale a pena conferir o site deles pra ver se vai ter algum evento legal acontecendo enquanto você estiver por aqui!

Nesse espaço ainda estão o Chihuly Garden and Glass e o meu preferido de todos os museus: o MOPOP MUSEUM (ou Museu de Cultura Pop). Ele conta com exposições e um espaço interativo relacionados à música e cultura pop, principalmente aos artistas locais, entre eles Jimmy Hendrix e Nirvana.

O acervo é bem completo, pra quem gosta desses temas é uma experiência que realmente vale muito a pena! Atualmente eles estão com uma exposição da Marvel que conta tudo sobre o universo dos super heróis: desde os primeiros quadrinhos até as roupas e acessórios usados nos filmes, por exemplo. Esta exposição vai ficar em cartaz até janeiro de 2019, então ainda dá tempo de se programar!

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.21.30-PM

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.21.54-PM

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.22.14-PM

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.21.42-PM

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.22.05-PM

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.22.25-PM

IMG_0195

IMG_0358

IMG_0382

IMG_2155

PIKE PLACE MARKET

É o Mercado público de Seattle, onde você pode encontrar os mais variados produtos, tudo produzido e vendido pelos produtores locais. Destaque para os peixes e frutos do mar, e as flores que deixam o lugar ainda mais charmosinho.

Além disso tem várias lojas, restaurantes, padarias, bares, incluindo a primeira Starbucks do mundo. Os meus preferidos são Beecher’s (melhor mac and cheese ever), Le Panier (padaria francesa mara!) e a Piroshky Piroshky (padaria russa).

É sempre beeem cheio, sempre tem fila, mas compensa esperar um pouquinho, é tudo bem organizado e as coisas andam super rápido! O Pike Place Market fica no Waterfront em Downtown, ou seja, mais vista legal pra curtir e muita coisa por perto: tem a roda gigante, o pier que leva o Ferry até Bainbridge Island (é o ferry do Derek), o Aquarium, lojinhas de souvenir, e por aí vai.

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.24.44-PM

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.24.56-PM

IMG_0325

IMG_0326

IMG_0331

IMG_9853

IMG_9863

STARBUCKS & COFFEE SHOPS

Tomar um bom café faz parte da cultura de Seattle, não à toa a Starbucks começou aqui. Por isso, além das muitas Starbucks regulares espalhadas pela cidade (praticamente uma em cada esquina), existem duas que são bem especiais: a primeira eu já falei, que é a primeira loja da Starbucks e fica no Pike Place Market.

A segunda é a Starbucks Roastery Reserve (agora tem duas, uma em Capitol Hill, pertinho de Downtown e outra no SODO, bairro mais ao sul de Seattle). Ela é uma loja especial, onde são vendidos cafés selecionados de vários países. Eles oferecem uma verdadeira experiência sensorial, onde você pode acompanhar o processamento dos grãos ali mesmo.

A comida fica por conta de uma padaria italiana chamada Prince, e tem várias opções doces e salgadas (uma melhor que a outra, diga-se de passagem) pra acompanhar o cafezinho.

IMG_2128

IMG_2210

Mas nem só de Starbucks vive Seattle. Aqui também tem muitas outras redes e cafeterias locais que são muito boas e valem a visita. Aliás essa dica vai para os restaurantes de lojas também: o comércio local faz parte da identidade cultural de Seattle, por isso, em vez das famosas franquias que você pode encontrar em – quase – qualquer lugar, escolha algo que você só encontra aqui. Acho que isso ajuda muito quem quer conhecer mais o lugar que está visitando.

PARQUES

Eu juro que tentei ser mais específica e escolher um só mas não consegui! Hahaha Aqui em Seattle tem muitos parques legais que vale a pena conhecer, acho que o que facilita a escolha de onde ir é a proximidade de onde você está hospedado, o tempo de visita e o que você pretende fazer.

Tem alguns com uma vista bem legal, como é o caso do Gas Works e do Olympic Sculpture. Mas tem também aqueles que são legais pra caminhar, praticar esportes, e tirar um tempo pra relaxar, como o Green Lake e o Washington Park Arboretum, o jardim botânico de Seattle. Nele fica o Japanese Garden, de longe o mais bonito que eu já visitei.

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.32.34-PM

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.33.01-PM

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.32.51-PM

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.33.20-PM

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.33.29-PM

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.32.16-PM

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.33.36-PM

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.32.43-PM

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.33.10-PM

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.32.08-PM

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.32.25-PM

Captura-de-Tela-2018-06-05-a-s-1.33.43-PM

IMG_2207

E ainda tem muitos, muitos outros, assim como outros museus, curiosidades... Não importa quanto tempo você vai ficar em Seattle: sempre tem alguma coisa legal pra fazer.

Enfim, essas são as minhas dicas, espero que tenha ajudado, e que vocês se divirtam quando estiverem aqui.


Não deixem de curtir a página do blog no Facebook e no Instagram e de acompanhar o nosso canal lá no YouTube.

Por lá eu escrevo várias dicas sobre a cidade de Calgary, AB, Canadá, onde eu moro atualmente e outras dicas sobre o Canadá. E se você gostou desse post, não deixe de compartilhar.

E claro, não deixe de sugerir novos temas pro blog. Eu vou adorar conversar e escrever mais sobre o assunto que vocês queiram saber sobre a cidade de Calgary em geral.

Até o próximo!