/ brasileiros em calgary

COMPRAMOS UMA CASA EM CALGARY

Sair do aluguel é o sonho de muita gente e comigo não seria diferente. Eu não sou da geração que acha que viver de alguel para o resto da vida é lucro (sempre em constante evolução, eles dizem - e tá tudo bem nisso também), eu sou da geração que gosta e quer estabilidade.

Após quase 4 anos morando em Calgary decidimos, finalmente, comprar nossa casa aqui, sair do aluguel e INFELIZMENTE sair de downtown. Nõ é segredo para ninguém o quanto eu amo morar em Beltline - é considerado atualmente o melhor bairro para se viver por aqui, então eu acabei escolhendo um bairro que fosse parecido.

Não se preocupem, terão vários posts bem legais sobre meu novo bairro.

Eu li um post muito legal da Livi, do blog Baianos no Polo Norte e ela explica super bem como funcionam as coisas na Província dela. Vocês podem conferir o post aqui. Foi inspirada nesse post que eu resolvi escrever e contar a minha maneira como funcionam as coisas aqui em Alberta.

Uma das poucas diferenças que nós temos é a questão do imposto: a gente não paga imposto de transferência do imóvel aqui em Alberta e isso é maravilhoso, dependendo do valor da casa, a gente deveria desembolsar mais de 30 mil dólares só com isso.

Mas vamos para a parte prática, que era o que mais me deixava em dúvida: Qual o primeiro passo? Como começar? Como funciona?

  1. Ter mais ou menos uma ideia do que você tá procurando e qual seria o seu orçamento, baseado na sua renda e no que você acha que o banco pode te dar.

  2. Ter dinheiro para dar uma entrada - aqui é obrigatório dar pelo menos 5% do valor do imóvel (se você não é PR ou Cidadão, esse valor sobe pra 20%). Não tem negociação com banco, você precisa de pelo menos 5% do valor do imóvel, então façam as contas. E claro - não se esqueçam dos gastos adcionais com impostos e taxas.

  3. Entrar em contato com um REALTOR - quem paga o serviço dessa pessoa é quem tá vendendo, não quem tá comprando. Você precisa encontrar alguém que te passe segurança e confiança, que não te empurre o primeiro imóvel e que pesquise tudo pra você.

O Realtor vai conversar com você e te explicar absolutamente tudo sobre o processo de compra. Você vai explicar o que você gostaria de comprar, quais as prioridades. E aqui você tem que ser super sincero - eu já avisei: não me mostra casas em tal lugar por tais valores que eu não quero ficar tentada. O Realtor começa então uma busca de casas para você.

Nós escolhemos a Marlene MacDonald que é advisor na Engel & Volkers Calgary, é brasileira e residente no Canadá há mais de 25 anos. A Marlene foi incrível e super solícita com toda a nossa busca, nos ajudou com absolutamente tudo e foi super diligente.

  1. Encontrar um BROKER (peça indicação para o seu realtor ou para alguém conhecido) - quem paga essa pessoa é o banco, não você que está comprando. O mais parecido com um broker que temos no Brasil, é um despachante. Mas eles tem funções bem diferentes: o broker recolhe todos os seus documentos necessários e sai atrás do melhor financiamento pra você. Ele pesquisa os juros, os valores, a melhor opção pro seu negócio e entra em contato com o banco/financeira que ele encontrar e aplica para o financiamento - mesmo você ainda não tendo a casa.

  2. Commitment - Nesse meio tempo, caso seja tudo aprovado pelo banco, você recebe um contrato de "commitment" do banco, não quer dizer que você já recebeu o financiamento, quer dizer que eles estão se comprometendo a te dar o financiamento se você comprovar todas as condições requeridas por eles.

No nosso caso, nós recebemos um "commitment" num valor quase 2x maior do que a casa que compramos, isso não significa que você consegue pagar esse valor. Visitamos casas e a busca não para até encontrarmos uma que nos agrade. Quando você encontra a casa o próximo passo é fazer uma oferta.

  1. OFERTA - Você fala pro seu realtor que quer fazer uma oferta na casa X (você pode fazer ofertas em várias casas - não quer dizer que você está comprando ela). Vocês discutem qual seria o melhor valor para fazer essa oferta - você não sabe quem tá vendendo, é tudo negociado entre os Realtors -e o realtor apresenta a oferta para o realtor do vendedor (nesse caso, com 2 realtors, eles dividem a comissão se a venda se concretizar).

O vendedor tem até a meia noite do mesmo dia para aceitar ou recusar ou negociar. No nosso caso negociamos e a nossa realtor foi imprescindível - ela conhece o mercado e conhece o jogo - por mim eu não teria negociado porque eu tinha me apaixonado pela casa e não queria que a minha oferta fosse recusada, eu a escutei e ela chegou num valor super bom pra gente.

Esse foi um dia bem tenso pra gente, ficamos em casa só esperando ela ligar pra dizer quanto eles tavam propondo e tals. Deu tudo certo e eles aceitaram nossa oferta.

Importante informar que na oferta precisam constar todas as condições de compra: data da posse, valores, compra condicionada ao financiamento ser concedido, no nosso caso ainda constou a avaliação dos documentos do condomínio e a aceitação dos nossos dois gatos - e ela tem um prazo para ser finalizada - se não tiver tudo pronto até tal dia, a oferta cai e você sai da fila.

  1. INSPEÇÃO - Isso é algo que eu, como advogada, fiquei bem chocada de tão maravilhoso que eu achei.

Você contrata um avaliador/inspetor profissional para ir na casa vfazer uma avaliação de tudo - ele vai checar se tudo está funcionando, se não tem vazamentos, mofo, coisas estragadas, vai checar se todos os appliances estão funcionando (aqui você já compra com máquina de lavar e secar, lava-louças, fogão, geladeira, microondas), checa o isolamento térmico da casa, ar condicionado e calefação. Ou seja, você não compra nada no escuro, você sabe exatamente o que está comprando, e se algo lá na frente acontecer, ele também é responsável.

Tendo esse laudo, você pode pedir que eles consertem coisas que não estão em seu melhor estado, por exemplo. No nosso caso tivemos apenas um reparo no portão da garagem pra fazer.

Essa avaliação custa em média $500, é opcional e é EXTREMAMENTE recomendada. Se você não fizer, não pode reclamar sobre nada depois da compra consolidada, perde esse direito.

  1. REVISÃO DE DOCUMENTOS - Outra maravilha aqui: Você precisa contratar um especialista em condomínio (se esse for o caso - como era o meu) e essa pessoa vai ler toda a documentação e te explicar cada coisinha que a gente não compreende. Vai te dizer se o condomínio tá em boas condições, se tem dinheiro em caixa, quais os problemas reais ali - eles fazem uma baita pesquisa sobre o condominio, te diz inclusive se tá valendo a pena pelo mercado.

Te explica absolutamente tudo sobre as regras, o que pode e o que não pode. Essa avaliação custa uns $350 e não é obrigatória mas fortemente RECOMENDADA.

  1. CONTRATAR UM ADVOGADO - Sim, você precisa contratar um advogado e isso é obrigatório. São os seus advogados e o advogado do vendedor que vão resolver toda a burocracia da compra e venda. A média de valor que você vai gastar aqui é de $1200/$1500.

Eu pedi indicação para a nossa realtor de advogados que ela já havia trabalhado, pois eles precisam ser especialistas nesse tipo de contrato. O mais estranho foi que ligamos para o escritório para agendar um horário e eles disseram que não precisava. Era só para informarmos o realtor e o broker que eles seriam nossos advogados, aí eles enviariam todos os documentos para o escritório e tudo pronto, só encaminham um invoice para pagamento dos serviços e a gente leva os honorários junto com a entrada (lá no passo 11).

  1. ASSINATURA DO WAIVER - Esse é o documento que você assina informando que foram sanadas todas as condições e que está aceitando a compra da casa. Depois da assinatura desse documento, você já pode considerar a sua casa comprada.

69094610_462283534622936_3725705866662379520_n

  1. ASSINATURA DA COMPRA E VENDA E ENTREGA DO DINHEIRO DA ENTRADA - Aproximadamente 2 semanas antes da posse, os advogados entram em contato para que você faça a assinatura oficial da compra e venda e entregue todo o dinheiro da entrada da casa.

  2. POSSE - Duas semanas antes da posse do imóvel, você já pode agendar a ligação da luz, internet, utilities e contatar o condomínio informando que a partir do dia X (dia da sua posse) você será o responsável pelo pagamento da taxa de condomínio. Você só pega as chaves da sua casa nova quando o advogado da outra parte confirmar que recebeu o dinheiro da entrada.

69640269_893326077704382_5397762941669867520_n

E atenção: Você só começa a pagar o seu mortgage (seu financiamento) quando toma posse do seu imóvel. Assim fica bem mais fácil se planejar não é mesmo?

Sobre impostos: Quem está comprando não precisa pagar nenhum tipo de imposto pela compra da casa, apenas quem vende.

________________

Não deixem de curtir a página do blog no Facebook e no Instagram.

Lá vocês podem encontrar muitas dicas sobre a cidade de Calgary, lifestyle e maternidade. E claro, através dos Stories do Instagram acompanhar o meu dia a dia na cidade, com muita informação útil, curiosidades e autenticidade.

Se você gostou desse post, não deixe de compartilhar com os amigos e a família, nas redes sociais e no WhatsApp.

Até o próximo!

COMPRAMOS UMA CASA EM CALGARY