/ calgary para brasileiros

O que eu NÃO GOSTO em Calgary

Não é segredo pra ninguém o quanto eu amo viver em Calgary e o quanto eu exalto isso. Calgary foi eleita a melhor cidade do mundo para se viver, a cidade mais limpa do mundo, o melhor tráfego de carros do mundo... não é a toa que quem mora aqui ama!

Claro, muita gente também não se adapta e resolve ir para outras províncias ou voltar para o Brasil. Imigrar não é pra todo mundo. Nem todo mundo consegue viver em um lugar diferente do seu e consegue criar uma identificação com a cidade. Super normal também.

Mas fora isso, quais são os reais problemas de Calgary? Essa é uma pergunta que a gente leva alguns anos para descobrir a resposta. Com a ajuda das minhas amigas mais próximas aqui, eu resolvi mostrar para vocês alguns pontos negativos da cidade em geral.

Esse post reflete a opinião de algumas pessoas completamente diferentes, com realidades de vida diferentes e não tem de forma alguma a intenção de difamar a cidade ou fazer alguém mudar de ideia sobre ela. Como tudo na vida existem as coisas boas e ruins e nenhum desses pontos me fazem pensar em mudar daqui, que fique bem claro.

Cenário cultural limitado

Isso é algo que me deixa profundamente triste. Sim, o cenário cultural é limitado. Não é que não exista, mas existem poucas oportunidades de ver uma exposição famosa, um show muito esperado por aqui.

Claro, existem vários fatores que impedem isso. Por exemplo: a única arena que temos aqui para shows grande é o Saddledome dentro do Stampede Park e já é sabido que os artistas não gostem de vir se apresentar aqui em razão da péssima acústica do local. Já existe um novo projeto para uma nova arena, isso vai trazer novos empregos e vai girar mais a economia da cidade.

Nosso maior evento é a Stampede e é praticamente o único do ano inteiro, com outros festivais de rua - Folk Festival, Global Fest, Canada Day e por aí vai.

Falta de criatividade nos eventos anuais

Sim, todo ano é a mesma coisa e quem mora aqui por mais tempo vai concordar comigo. Não quer dizer que é ruim, a gente vai todo ano mesmo e adora haha Mas poderiam ter mais coisas envolvidas. Poderiam pensar em coisas novas pra trazer pros eventos anuais da cidade.

Aqui eu falo de Canada Day, Lilac Festival, Night Markets, Family Day, Victoria Day. Todos os anos são iguais. Os defiles da Stampede são todos iguais todos os anos. Não sei o que poderia ser diferente, mas poderiam dar uma modernizada e atualizada em vários desses eventos.

Transporte Público

Eu já falei em outras ocasiões que o transporte público funciona bem. E ele realmente funciona bem. Mas como tudo na vida - não é pra todo mundo. Nós temos poucas opções de linhas de ônibus por exemplo. Se você depende de ônibus, os horários e rotas são bem limitados.

Às vezes você mora do lado do lugar que você precisa ir e não tem como chegar de ônibus até lá. Você acaba tendo que pegar um ônibus que te leva pra mais longe, pra poder pegar outro que te traz pra perto. Não faz sentido. Isso é uma coisa que incomoda muito no inverno. Esse ponto foi unânime entre todas as pessoas que eu perguntei.

Por isso na hora de escolher onde você vai viver, estude bem as rotas do transporte público. De trem você vai estar bem servido, vai poder cruzar a cidade de um ponto a outro tranquilamente. Mas e quem não mora perto das estações de trem? Pesquise bem.

Obras intermináveis no VERÃO

Isso é um ponto positivo e negativo ao mesmo tempo. Nós sabemos que isso é necessário para que possamos aguentar melhor o inverno. E que dificuldade deve ser fazer obras no meio da neve, naquele frio do capeta. Coitados dos trabalhadores. A cidade realmente investe em infraestrutura e isso é ótimo pro nosso bolso pagador de impostos.

Mas saibam que TODOS os verões tem MUITAS obras espalhadas pela cidade, causando engarrafamentos intermináveis em alguns horários. Ruas fechadas, rotas trocadas e por aí vai. Não to dizendo que tinha que ser diferente, mas é um saco!

mas aqui não vamos reclamar de barriga cheia não.

Bairros muito afastados

Isso é algo que sempre me incomodou, mas hoje em dia já não é um problema muito grande. Aqui eu me refiro a ter que pegar "estrada" pra ir de um bairro pro outro. Quem dirige em Calgary sabe do que eu to falando. Eu me incomodo desses caminhos não serem "habitados", é só estrada e verde/neve. Parece que eu to saindo de viagem pra ir de um lugar pro outro.

Claro, não deve ser no mesmo nível de cidades como São Paulo, que tu leva mais de horas pra chegar em algum lugar. Aqui vão existir bairros que tu vai levar mais ou menos isso saindo de downtown. Não chega a ser um problema, mas é algo que eu não gosto.


Restaurantes e modelos de comércio brasileiro

Isso é algo bem específico. A gente é bem limitado com relação a produtos brasileiros. Temos três restaurantes brasileiros e todos eles vendem alguns produtos brasileiros. Temos poucas pessoas que fazem produtos brasileiros. Não temos mais um mercado de produtos brasileiros.

Tu vai a Vancouver ou Toronto e encontra mercado brasileiro, restaurante brasileiro que não seja só churrascaria, pessoas confeccionando produtos brasileiros pra vender - coisas mais do nosso gosto. Nossa associação brasileira é super pequena e limitada, não temos um Consulado brasileiro aqui.

Claro, isso se deve ao fato de não termos uma comunidade brasileira tão ampla como em Toronto ou Vancouver. Mas é algo que me faz bastante falta. A gente encontra muito produto usado no Brasil em lojas latinas e africanas e a gente acaba se virando.


________________

Não deixem de curtir a página do blog no Facebook e no Instagram.

Lá vocês podem encontrar muitas dicas sobre a cidade de Calgary, lifestyle e maternidade. E claro, através dos Stories do Instagram acompanhar o meu dia a dia na cidade, com muita informação útil, curiosidades e autenticidade.

Se você gostou desse post, não deixe de compartilhar.

Até o próximo!

O que eu NÃO GOSTO em Calgary